discuros-sustentaveis-enganam

Pesquisas que mostram que a tomada de decisão do consumidor é afetada pela visibilidade que se possui da empresa e quanto seus valores estão alinhados são amplamente conhecidas. Mas as empresas têm usado esse conhecimento de forma ética ou enganosa?

Para início de conversa, na grande maioria dos casos dá para substituir “sustentável” ou “ESG” por “menos pior” nas manchetes de hoje e assim será possível ter uma imagem mais precisa da realidade atual e dar sentido às tentativas das companhias, principalmente no varejo pelo contato direto com o consumidor, de se vender como mais sustentáveis.

Porém, esse caminho pode ser até mais perigoso do que o statos quo. Segundo Beth Esponnette, em um texto produzido pela The Business of Fashion, desde produtos feitos de plástico reciclado à programas estruturais, algumas das soluções favoritas de sustentabilidade são até mesmo problemáticas, como aqui exemplificada no mercado de moda pela Beth.

Além disso, tem se o Greenwashing, em que uma empresa vende valor sustentável mas na prática não é bem assim. Segundo a European Comission (EC), uma avaliação em 2021 de 344 alegações aparentemente duvidosas de diversas organizações, mostrou que em 59% dos casos, as marcas não forneceram provas acessíveis para os consumidores que certos produtos não causavam impacto negativo no meio ambiente.

Além da mentira, uma das principais formas também é a camuflagem. Acontece quando empresas focam apenas na divulgação de suas “Fortalezas ESG“, que são focos em algumas ou várias ações em um sentido específico como por exemplo, redução da emissão de CO2.

Porém, na camuflagem, ao mesmo tempo omitem o lançamento de outros gases de efeito estufa na atmosfesra, como o óxido nitroso (N2O), o hexafluoreto de enxofre (SF6) e o metano (CH4), por exemplo. Sem falar de ações ligadas as duas outras letras do ESG, Governança e Social, que em muitos casos são muito negligenciadas.

Portanto, é claro que existem e a tendência é que existam cada vez mais organizações que de fato estão preocupadas e focadas na redução de ações não sustentáveis. Mas é evidente que muitos discursos sustentáveis iludem ainda grande parte dos consumidores e é importante entender que cada vez mais essa ‘análise’ feita por esse grupo será rigorosa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui