A pandemia afetou todos as indústrias, como também é o caso do varejo. Alguns setores foram afetados por dois principais fatores, mudança de comportamento do consumidor e perda no poder de compra.

Contudo, os supermercados foram afetados por apenas um desses fatores, que é a mudança de comportamento no consumidor, que vai desde uma maior utilização de aplicativos de delivery até aumento no tíquete médio para reduzir a frequência na ida aos supermercados.

Uma pesquisa do programa de fidelidade da Dotz, que contou com dados de 2,3 milhões de consumidores em compras realizadas nas 16 redes de supermercados parceiras da Dotz no Brasil, identificou que na comparação entre dois períodos, um antes e outro depois da quarentena, houve uma queda de 18% no número de clientes em lojas. Quando segmenta esse público apenas para idosos, essa queda chega a ser de 37%.

Com relação ao tíquete médio, os clientes têm gastado mais nas compras, o número alcançou um aumento de 35%, passando de R$ 100,00 para R$ 135,00. Entre o público idoso, o gasto também é maior, com aumento de 36%, passando de R$ 112,00 para R$ 153,00.

Ao fazer uma análise dos carrinhos de compra, a Dotz concluiu que as pessoas estão tendendo a cozinhar cada vez mais em casa. Os itens básicos e essenciais de preparo tiveram considerável aumento, como arroz, farináceos, massas e feijão. Por fim, também foi observado uma queda na compra de bebidas prontas, como refrigerante, iogurte e sucos prontos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui