O objetivo desse conteúdo é trazer as notícias mais relevantes sobre varejo e negócios da semana, tudo de forma prática e simplificada, mas sem deixar com que os principais detalhes passem despercebidos. 

noticias-da-semana-01/11/21-publicidade

Vendas totais no varejo crescem 5% em setembro

As vendas totais do varejo cresceram 5% em setembro em relação ao mês de agosto, de acordo com dados da Mastercard SpendingPulse. Esse crescimento foi impulsionado pelo fim das restrições de horários e taxa de ocupação nos comércios. Com o fim das medidas, o fluxo de consumidores nas lojas voltam a aumentar, beneficiando o varejo como um todo. 

Segundo os dados, os setores de combustíveis (+37,5%), restaurantes (+28,5%) e artigos de uso pessoal (+25,3%) impulsionaram o crescimento das vendas totais no varejo. Já os setores de móveis e eletrônicos (-22,3%), mobiliário doméstico (-8,6%) e vestuário (-8,2%) tiveram crescimentos de vendas abaixo do índice em relação ao mesmo período do ano passado.

GPA registra prejuízo no 3º trimestre

O Grupo Pão de Açúcar lançou, nessa sexta-feira (29), o Pão de Acúcar Fresh. O novo formato de lojas é especializado em alimentação fresca e perecíveis, e tem como objetivo complementar o portfólio de lojas de vizinhança. Esse movimento acompanha o comportamento do consumidor, que está cada vez mais consciente em seus hábitos alimentares.

O foco das lojas será ofertar frutas, legumes e verduras (FLV), serviços em açougue, peixaria, sushi, padaria e balcão de frios & queijos, além de sortimento de conveniência de mercearia básica, complementar e líquida, como itens de café da manhã, azeites, massas e vinhos.

Frederic Garcia, Diretor de Negócios Especializados do GPA, fez a seguinte afirmação sobre o novo formato de lojas: 

“Com o Pão de Açúcar Fresh, o GPA torna-se pioneiro entre as grandes redes varejistas alimentares do país a inaugurar um novo modelo de lojas especializado em alimentação fresca e saudável. O movimento reafirma a diretriz omnicanal da companhia, e nosso propósito de estar onde o cliente estiver.”

Amazon vai levar tecnologia da Amazon Go para Whole Foods

A Amazon vai levar, a partir do ano que vem, a tecnologia que usa em lojas sem caixas para unidades da rede de supermercados Whole Foods nos Estados Unidos, bandeira adquirida pela empresa em 2017. As duas primeiras lojas a contar com o serviço ficam nas cidades de Washington e de Sherman Oaks.

A tecnologia da Amazon, chamada de “Just Walk Out”, foi lançada inicialmente nas lojas Amazon Go. Hoje, está disponível nas lojas Amazon Fresh nos Estados Unidos e no Reino Unido, e também é oferecida para varejistas terceirizados.

Dilip Kumar, vice-presidente de Varejo Físico e Tecnologia da Amazon, fez a seguinte afirmação sobre a implementação da tecnologia nas lojas da Whole Foods: 

“Lançamos a tecnologia primeiro no Amazon Go há vários anos e, desde então, recebemos muitos comentários excelentes de clientes que adoram poder comprar com rapidez e facilidade e evitar a fila de pagamento.”

Pague Menos cresce 7,4% em vendas no 3º trimestre

A Pague Menos, terceira maior rede de farmácias do Brasil, reportou um crescimento de 7,4% em vendas totais no terceiro trimestre de 2021. Porém, o maior destaque foi para as vendas digitais, com crescimento de 71,8% em relação ao mesmo período do ano passado, passando a representar 8,5% das vendas totais. 

Além disso, foram inauguradas 25 lojas no período, totalizando 32 no ano. Assim, a rede atingiu 1.126 pontos de venda distribuídos em 339 municípios do Brasil. Com esses resultados positivos a empresa reforça seu potencial e confirma o sucesso de sua estratégia de digitalização. 

Nike terá uma loja oficial dentro do Mercado Livre

O Mercado Livre, plataforma de marketplace com mais de 75,9 milhões de usuários ativos, terá uma loja oficial da Nike, líder global na venda de artigos esportivos, em sua plataforma. A empresa irá comercializar calçados, itens de vestuário e acessórios da marca.

Fernando Yunes, VP sênior do Mercado Livre no Brasil, fez a seguinte afirmação em relação a parceria: 

“Vemos um grande potencial de negócios com essa união. A parceria vem de encontro ao objetivo do Mercado Livre de fornecer uma excelente jornada de compra, associada ao sortimento mais completo da internet e a confiança de se comprar em um ambiente seguro e confiável.”

Por outro lado, os executivos da Nike também veem a parceria com bons olhos e visualizam grande potencial de agregação de valor de ambos os lados. Como prova disso, Karsten Koehler, general manager da Fisia, Distribuidora Oficial Nike no Brasil, fez a seguinte afirmação:

“Essa parceria com o Mercado Livre reforça a estratégia da Nike de ampliar e diversificar os canais de vendas online, se aproximando assim ainda mais do consumidor brasileiro. A partir dessa nova loja oficial, temos potencial de atender um grande número de novos consumidores, já que menos de 1% dos usuários de Mercado Livre compram produtos em nosso e-commerce, o Nike.com“

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui